(11) 3641-7000

Atendimento

logo Pumjil

Saiba como realizar a limpeza de caixa de gordura corretamente

Limpeza de caixa de gordura

Lavar a louça e passar pano para desinfetar as superfícies são ações de higienização comuns numa cozinha. Mas e a limpeza da caixa de gordura, como fica?

Esse dispositivo também merece atenção de tempos em tempos. Afinal, é lá que se deposita boa parte dos resíduos que escorrem pelo ralo, como óleo e outros materiais orgânicos. Sem manutenção periódica, o conteúdo pode transbordar, levando ao entupimento dos canos. E aí é transtorno na certa.

O artigo de hoje vai explicar direitinho quando e como você deve limpar a graxeira, nome alternativo desse equipamento. Fique conosco para tirar suas dúvidas!

Quando limpar a caixa de gordura

A necessidade de limpeza da caixa de gordura depende da intensidade do uso. Ou seja: quanto mais alimentos são preparados na cozinha, mais louça é lavada naquele ambiente, gerando uma quantidade maior de rejeitos.

Desse modo, não existe uma regra única, capaz de atender às necessidades de qualquer cliente. Cada caso é um caso.

Ainda assim, em mais de dez anos de experiência neste serviço, a PUMJIL DESENTUPIDORA conseguiu estabelecer um prazo médio para cada tipo de situação. A lista a seguir leva em conta nosso histórico de atendimentos. Acompanhe:

– Caixa de gordura em residência – limpeza a cada seis meses;

– Caixa de gordura em apartamento – limpeza a cada três meses;

– Caixa de gordura em bar ou restaurante de pequeno porte – limpeza mensal;

– Caixa de gordura em restaurante grande ou indústria – limpeza semanal.

Reiterando, esse período pode variar de acordo com a demanda e a própria estrutura do local. Por isso, o melhor seria adotar o comportamento preventivo: limpar a graxeira antes que haja sinais de entupimento nos canos.

Passo a passo: como limpar caixa de gordura

Primeiro, você deve separar os materiais necessários para a limpeza do recipiente. Tenha à disposição:

– Máscara de proteção para o rosto, pois o odor é bem desagradável;

– Luvas de borracha longas, de preferência até os ombros;

– Calçados emborrachados;

– Raspador e espátula;

– Concha (como aquelas para servir feijão);

– Sacos de lixo;

– Esponja;

– Sabão neutro;

– Pé-de-cabra, caso a tampa da caixa seja de alvenaria.

Lembre-se, ainda, de vestir roupas velhas ou um uniforme especialmente para essa tarefa. É que a gordura em contato com o vestuário pode deixar manchas permanentes.

Além disso, vale observar o tipo de graxeira instalada no local para saber quanto tempo você vai levar nessa operação. As caixas de PVC não acumulam sujeira nas paredes, o que agiliza o processo de limpeza. Porém, casas mais antigas podem ter estruturas feitas em alvenaria, sem revestimento, de modo que os resíduos se impregnam nas partes internas e requerem uma higienização mais demorada.

Enfim, dados os recados, vamos ao passo a passo para a limpeza da caixa de gordura. Confira:

  1. Abra o recipiente com cuidado

Remova a tampa da graxeira usando a espátula ou, se for um dispositivo de alvenaria, um pé-de-cabra. Você encontrará blocos de gordura grudados nas paredes internas do recipiente. Havendo insetos, retire-os antes de prosseguir.

  1. Tire a gordura

Utilize uma colher de pedreiro ou uma espátula para desincrustar os resíduos das paredes. Depois, com as próprias mãos ou com uma concha, retire a gordura de dentro da caixa, depositando-a no saco de lixo.

É importante eliminar o máximo de resíduo sólido possível. A ideia é ter apenas líquido no reservatório.

E fica o alerta: não deixe que a gordura entre para o cano principal! Isso pode causar entupimento.

  1. Lave

Após esgotar o conteúdo da caixa de gordura, lave as superfícies com água em temperatura ambiente, esponja e sabão. Faça o mesmo na tampa.

  1. Feche a caixa de gordura

Depois de tudo devidamente limpo, você pode reinstalar as peças retiradas da graxeira. Certifique-se de que elas estão encaixadas em seu devido lugar e confira se a tampa está bem vedada. Remontar o equipamento corretamente é fundamental para o bom funcionamento do sistema hidráulico.

  1. Anote a data

Uma sugestão simples, mas que faz bastante diferença, é anotar a data da limpeza e ter um cronograma para as próximas manutenções. Desse modo, você se programa para realizar a manutenção preventiva, evitando sufoco por causa de canos entupidos.

Vale lembrar, ainda, que os resíduos de gordura são altamente poluentes. Portanto, nunca jogue esse material no lixo regular. Procure uma empresa autorizada para recolhê-lo e proceder com o descarte correto.

Trabalhamos também com Serviços de Limpa Fossa

Atendemos 24 horas, inclusive aos Sábados, Domingos e Feriados. Após o trabalho a PUMJIL DESENTUPIDORA e Limpa Fossa fornece garantia por escrito de todos os serviços prestados.

Fique atento para evitar que a caixa fique entupida

Para facilitar o processo de limpeza, o ponto mais importante é criar uma rotina de manutenção e ficar atento às tubulações da casa. Caso o escoamento da água esteja lento ou haja algum mau cheiro emanando das tubulações das pias, é bem provável que a caixa de gordura esteja entupida. Neste caso, é importante fazer uma limpeza imediata.

A nossa sugestão é montar um planning ou checklist de faxina para lavar a caixa de gordura com uma frequência específica. Quando se trata de restaurantes e estabelecimentos comerciais, por exemplo, o ideal é realizar a limpeza da caixa uma vez por mês. No caso de casas e apartamentos, por outro lado, é possível fazer a lavagem a cada 3 ou 6 meses. 

Obs.: Vale destacar que a caixa de gordura pode ficar localizada na parte externa da casa ou instalada embaixo da pia de cozinha. É possível, inclusive, que haja mais de uma caixa por residência. Portanto, quando for realizar a manutenção, lembre-se de limpar todas as caixas, ok?

Como saber se a caixa de gordura está entupida

O entupimento da caixa de gordura não acontece de uma hora para outra. Geralmente, o encanamento dá sinais de que algo está impedindo a passagem dos rejeitos. Preste atenção a eles:

– Mau cheiro vindo do ralo;

– Escoamento de água mais demorado que o normal;

– Borbulhas quando a água desce;

– Resíduos voltando do encanamento para a pia;

– Material orgânico transbordando da graxeira.

Se você reparar em algo errado, providencie imediatamente a limpeza da caixa de gordura. Agora, caso o problema continue, talvez haja outros pontos entupidos na tubulação. Em situações assim, uma boa saída é o hidrojateamento profissional.

Como desentupir caixa de gordura

O processo de desentupimento da graxeira é basicamente o mesmo da limpeza. De qualquer modo, você deve entender o motivo que leva ao bloqueio da tubulação.

Talvez a caixa de gordura seja pequena demais para a quantidade de rejeitos gerados. Ou, então, é a manutenção do encanamento que não está em dia.

Pois trate de prestar atenção a esses detalhes. O entupimento dos canos não gera apenas danos materiais, mas também risco à saúde pública. Isso porque uma caixa de gordura transbordando contém diversos microrganismos causadores de doenças, além de atrair pragas como baratas e ratos.

Na dúvida sobre como proceder, busque ajuda profissional. Uma equipe especializada em limpeza de caixa de gordura, como a PUMJIL DESENTUPIDORA, conta com equipamentos especiais para realizar a sucção do material orgânico. É a garantia de um serviço rápido e eficiente.

Entre em contato conosco e solicite um orçamento sem compromisso. Atendemos em todo o estado de São Paulo

Desentupimento de Vaso Sanitário

Estar atento é sempre uma das melhores formas de prevenção, pois os transtornos de um reparo logo no início é sempre menor do que após um entupimento total. Veja mais detalhes sobre o serviço de desentupimento de vaso sanitário.

Desentupimento de Ralos e Encanamentos

A PUMJIL DESENTUPIDORA está sempre investindo em novas tecnologias para garantir o que há de melhor em Desentupimento de de ralos e anos em todo o estado de São Paulo. Conheça mais detalhes sobre o serviço de desentupimento de ralos e canos em São Paulo.

Fique atento!

Nunca utilize água quente ou soda cáustica para limpar a caixa de gordura. Isso fará com que a gordura dissolva e escoe com a água para os canos. Porém, ao esfriar, a gordura volta a endurecer, podendo entupir e danificar a tubulação.

Além disso, ao dissolver a gordura, ela acaba escoando junto com a água e prejudicando toda rede de esgoto, inutilizando a função da caixa de gordura.

Compartilhe
Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Deixe seu comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: